O que é Inbound Marketing e como funciona

O que é Inbound Marketing e como funciona

O Inbound Marketing é uma estratégia do marketing com foco em atração, conversão, relacionamento e encantamento de clientes.

O Marketing de Atração, como também é chamado o Inbound, diverge do conceito tradicional da publicidade e propaganda e possibilita que a conexão entre marca e público-alvo se dê por meio do: Marketing de Conteúdo, SEO e Estratégias em Redes Sociais.

Ao analisar o marketing, podemos perceber que ele sempre se basou na interrupção.

As empresas tiravam a atenção das pessoas de suas tarefas, ou daquilo que estava fazendo para mostrar como o produto ou serviço que ofereciam é vantajoso.

Um comercial na TV, um outdoor na rua ou um monitor com propaganda na sala de espera do aeroporto, são exemplos de como essa interrupção da mídia tradicional acontecia e ainda acontece.

Com a popularização da internet e dos meios de acesso, como computadores e smartphones, a maneira de se consumir, mudou.

E então as empresas precisaram criar novas maneiras de conquistar e manter os seus clientes, e o Inbound Marketing foi a melhor delas.

Milhões de empresas, de todos os segmentos que você puder imaginar, ao redor do mundo utilizam essa estratégia de marketing digital que traz excelentes resultados e aqui vamos explicar para você exatamente como ele funciona.

O que é Inbound Marketing?

O Inbound Marketing é um conjunto de estratégias de marketing, baseado na ideia de criação e compartilhamento de conteúdos voltado para um determinado público-alvo, com o objetivo de sanar as dores daquelas pessoas e buscando conquistar a permissão de comunicar com seu potencial cliente de forma direta, criando um relacionamento que poderá ser duradouro.

Ou seja, em vez de interromper os clientes em potencial, o Inbound traz a ideia de atrair por meio de conteúdo relevante.

No momento em que as pessoas são impactadas por esse tipo de conteúdo, elas tendem a ficar mais confiantes a ponto de permitir que a empresa se aproxime mais de si e que aos poucos construa um relacionamento, que futuramente poderá resultar em uma venda.

O Inbound Marketing caminha junto de algumas estratégias que são essenciais para a sua execução: o marketing de conteúdo, SEO e as redes sociais.

Ele tem 5 pontos básicos em sua estrutura, que define como as suas estratégias são elaboradas. Sendo eles:

Atração

Se o objetivo aqui não é interromper, é necessário atrair, claro.

Para isso a criação de conteúdo é fundamental.

Ela acontece dentro do site, através de um blog, por exemplo, e nas redes sociais.

Na atração, sempre pensamos nas dores que o nosso púbico-alvo tem e como o nosso produto pode ajudar e com essa resposta, nascem as pautas de conteúdo pensadas na busca desse relacionamento.

Conversão

Após a conquista da atenção das pessoas para aquele conteúdo produzido, é hora de buscar aproximar o relacionamento entre marca e potencial cliente.

O objetivo aqui é, através de uma oferta, que pode ser algum outro conteúdo mais específico, como um eBook, um cupom de desconto ou afins, pedir que ele deixe alguns dos seus dados e aí ele passa a ser um Lead.

Oportunidade

Com o lead em mãos, é hora de criar um relacionamento com ele.

Entregar ainda mais conteúdos, mostrar como a empresa está ao lado dele para resolver aquele problema que ele tem.

É comum que nessa parte, envie-se outros conteúdos mais específicos, como eBooks, ou artigos pontuais que foram publicados no site e entre outros conteúdos que possam ser relevantes na estratégia.

Aqui, o objetivo é que esse lead torne-se uma oportunidade, ou seja, que de acordo com a sua participação nesse relacionamento, ele esteja preparado para um primeiro contato.

Venda

O relacionamento caminha bem, então chega a hora da venda.

Aqui, buscamos através do time de vendas, ou no caso de uma venda sem interação de pessoas, fazer a nossa oferta final para esse potencial cliente.

Afinal, entendemos que ele já se deu conta do seu problema e como nosso produto pode ser a solução para ele.

Encantar

Ele nada mais é do que o pós-venda.

O trabalho com esse cliente não pode terminar após o fechamento da venda.

Encantar é um dos fatores mais importantes, pois com o conteúdo relevante criado e clientes que passam a ser fãs dela.

Isso faz com que as pessoas recomendem e falem bem da sua marca.

E todos sabemos o quanto isso é importante.

Em resumo, o Inbound Marketing é a estratégia na qual os clientes vêm até a sua empresa, atraídos pelo conteúdo que você disponibiliza.

E isso facilita a apresentação das soluções que você oferece para transformá-los em clientes e até promotores da sua marca.

Origem do Inbound Marketing

Como essa estratégia surgiu?

Em que momento as marcas se deram conta de quem interromper o cliente já não era mais tão interessante e sim que deveriam criar um relacionamento?

Aqui vai a explicação!

A pesar de ser relativamente novo, o Inbound Marketing já vem sendo praticado há bastante tempo por profissionais do marketing, mesmo que de forma inconsciente.

Quem começou a utilizar o termo, foi Brian Hallingan, cofundador da empresa Hubspot, uma das gigantes das soluções pensadas no marketing de atração.

Por outro lado, o guru americano Peter Druker, os princípios do Inbound Marketing começaram a se desenvolver há décadas e tem sua fundação no conceito de Seth Godin, o Marketing de Permissão, presente no livro “Permission Marketing” de 1999.

A obra de Seth mostra as principais diretrizes do Inbound e pode ser uma leitura bastante interessante para quem deseja se aprofundar e se aperfeiçoar nessa área.

Ao irmos mais a fundo, é perceptível que o conceito de Inbound Marketing surge paralelamente ao marketing digital e da relação entre consumidor e a publicidade, nesse caso, internauta e comunicação online da empresa.

Precisamos ter em mente que antes o consumidor não tinha o controle sobre as informações e publicidade que consumia, enquanto hoje, na internet, ele tem o poder de escolher tudo: os canais onde consumirá, o conteúdo e o tipo, as maneiras de consumir e etc.

E quanto temos isso em mente, fica claro como é muito mais importante hoje conquistá-lo com informações que ele realmente deseja absorver.

Em resumo, o Inbound é como um imã que atraí o cliente através de conteúdo.

Por isso é tão importante que trabalhemos com planejamentos estratégicos inteligentes.

Inbound Marketing X Outbound Marketing: entendas as principais diferenças

O Outbound compreende as práticas de marketing que estamos acostumados a ver desde sempre, como anúncios de vários tipos, contato direto com o cliente por telefone, e-mail, estandes de venda em eventos e outras centenas de opção que estão nessas estratégias.

Se tratando de Outbound Marketing, os custos normalmente são mais altos, e nem sempre é possível medir com precisão os resultados das ações que foram criadas.

No Inbound Marketing, por outro lado, usa o conteúdo para chamar a atenção do seu público-alvo, através de blog, redes sociais e email.

O custo tende a ser menor no Inbound, além de que os resultados podem ser medidos de maneira rápida e precisa.

Deixe uma resposta